Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativas

Fosse eu apenas seria brando, na que escreve não tenho mão.

Narrativas

Fosse eu apenas seria brando, na que escreve não tenho mão.

O Chapéu de Palha

10.05.22, Maria Soares

 

Malva. É recomendada para problemas do foro digestivo mas os seus méritos  terapêuticos não se ficam por aí - Saúde e Medicina - SAPO Lifestyle

 

Íamos às malvas avó. Vias nelas mil utilidades e outras tantas curas. Eu com o chapéu de palha redondo que me deste, com a fita azul cozida. O elástico por baixo do queixo para não o perder, não fosse o vento levá-lo. Ia toda vaidosa!
Dez reis de gente ao pé de ti, uma enciclopédia viva. Levávamos um cesto em que eu fazia questão de pôr papoilas, espigas e já na altura, malmequeres. Os pássaros seguiam-nos com o olhar. Pelo caminho até às malvas, avó... traiçoeiras, surgiam urtigas. E eu? Pulava, esfregava e choramingava.   
E tu? Sentavas-me e ajoelhavas-te à minha beira. Cantavas uma moda da tua terra baixinho, enquanto as tuas mãos mágicas massajavam, os teus lábios beijavam o local onde morderam e a dor passava. O ardor sucumbia. E eu? Espevitada, prosseguia... 


Extracto de malva – Dermax


Íamos às malvas avó! No regresso contavas-me para que serviam. Como se deviam ferver! Compravas-me um bolo de arroz na fábrica dos bolos, nas traseiras da tua casa; bebíamos chá e a tosse renitente ia para donde viera! Fazias-me um cataplasma e o rubor da urtiga sarava.
Davas-me uma moeda para o mealheiro. Desentrançavas-me o cabelo! E os laços das minhas tranças ora vermelhos, azuis, rosa, lilás... ou seriam, malva, avó?! E a razão porque gosto tanto de todas as tonalidades desta cor?  
Sempre que vejo malvas, avó... há por perto malmequeres! Papoulas, espigas e borboletas, brancas. E sei que estás comigo. Porque mais nenhuma urtiga, me mordeu!

Chá de Malva

 

O chá de malva pode ser usado para auxiliar no tratamento de problemas respiratórios, como tosse, bronquite, dor de garganta, faringite, laringite, gastrite, úlcera no estômago ou prisão de ventre, por exemplo.

Ingredientes:

1 colher (de chá) de flores ou folhas secas de malva;
1 chávena de água fervente.

Preparar:

Colocar as flores ou as folhas na chávena regar com água fervente, deixar repousar por 10 minutos. Coar e beber até 3 vezes ao dia ou, de acordo com a orientação do médico. 

 

O cataplasma de malva pode ser utilizado para aplicar sobre a pele, nos casos de abcessos e úlceras na pele, furúnculos, picada de insetos ou dermatite, por exemplo.

Ingredientes:

Folhas e flores secas de malva.

Preparar:

Amassar as folhas e as flores secas de malva e adicionar uma pequena quantidade de água. Em seguida, aplicar na região afetada.

 

 

2 comentários

Comentar post